#9 BINÁRIO - JULIAN GALLASCH /

16 de maio à 12 de junho de 2015

A partir do dia 16 de maio, a El Clandestino recebe a exposição do artista plástico Julian Gallasch, o “Foca”, como é conhecido. O jovem artista, que já conhecido na região por seus retratos, traz para a galeria além das telas, alguns objetos que tem desenvolvido à partir de recortes em MDF. “Gosto de trabalhar com desenho, então comecei a fazer os riscos à mão, depois passo para o computador e assim produzo os objetos em recorte a laser”, comenta Julian.

Estarão em exposição  12 obras, entre telas e objetos. Serão 4 telas em mdf de 60 X90 cm em variadas técnicas, compondo com uma intervenção na parede, elas trabalham diferentes conceitos e formas, através de linhas e geometria. Também estarão na mostra 4 cortes a laser em mdf, todos na cor preta,  baseados em desenhos feitos a mao, o tema são elementos do corpo humano, desenhados em linhas, formas e texturas.

Algumas ilustrações e um coração em corte laser com apoio de concreto completam a coleção. Outra novidade desta exposição é que durante a vernissage o artista fará a pintura da fachada da galeria, no sábado, 16 de maio, à partir das 10 horas da manhã. “A ideia é que as pessoas venham até a galeria passar um sábado diferente, conversando com o artista e vendo ele trabalhar, e assim conhecendo um pouco mais do processo criativo”, comenta João Guilherme da Costa, proprietário da galeria. O artista, que costuma trabalhar com obras de grandes proporções em fachadas, pretende fazer uma intervenção usando caneta branca e fundo preto. Julian Gallasch é um artista como poucos, com  estilo único e inovador tem a capacidade de surpreender a cada novo trabalho. Já teve diversos trabalhos publicados em revistas como Época, Rolling Stones, Computer Arts, Catarina e inúmeras publicações na Web. Julian nasceu em São Paulo e mudou-se para Blumenau aos 18 anos.

Começou cedo nas ruas quando descobriu o grafite e logo mais tarde, entrou em contato com as artes gráficas, inserindo essa metodologia mais analógica nos seus trabalhos, criando uma estética geométrica e repetitiva, com muitos padrões e texturas. Julian é conhecido por seus retratos desfigurados propositalmente numa construção minunciosa que mistura orgânico e geométrico, que fazem referência às imperfeições humanas e a relidade metódica da natureza. Sobre seu trabalho, o artista comenta "da mesma forma que os seres humanos são reais e construídos a partir de células, átomos,moléculas, a realidade simulada pode se obter através de voxels e inúmeros algoritmos, como na teoria do caos, onde determinantes recriam fenômenos naturais, e os fractáis que são formas geométricas obtidas por computador,que ao serem repetidas, criam efeitos ópticos quase orgânicos."

o artista /

Nascido em São Paulo, o artista, que atualmente reside em Blumenau, teve seu trabalho estampado em camisetas da italiana Diesel e seu nome publicado em revistas como Época, Rolling Stones, Computer Arts e inúmeras publicações na web. O traço inovador deste artista atribui a sua obra um estilo único, com a capacidade de surpreender a cada novo trabalho. Atualmente divide seu tempo experimentando design de superfície – trabalha com estamparia na Dudalina – além das artes plásticas e ilustração.

voltar para exposições